sábado, 16 de abril de 2011



Por você eu bebo o mar de canudinho
Atravesso o polo norte de shortinho
Entro descalça num vulcão em erupção
Faço um assalto, roubo o seu coração.

Nenhum comentário: